quarta-feira, setembro 05, 2007

o apressado paga caro


Hoje vou falar sobre o iPhone. Ou quase. Vou basicamente dizer que ele tem 8GB de memória interna custando US$400 (na Apple Store).E para comprá-lo é preciso fazer um contrato com a AT&T de dois anos; como o telefone é selado você não pode simplesmente trocar o chip pelo de outra operadora. Além disso todas suas funções são bloqueadas por software até que o telefone seja ativado pela operadora (embora já tenham encontrado métodos de burlar isso e usar o telefone como um PDA/iPod multitouch).

Ou seja, se você mora em um país como o Brasil, o máximo que pode fazer com seu iPhone é usá-lo como iPod de luxo, gastando no mínimo 400 dólares e mais umas contas da AT&T para isso.

Hoje saiu o novo iPod touch - tocador multimedia multitouch com funções de PDA e Wi-Fi. É basicamente um iPhone sem as funções de telefone, em versões de 8GB e 16GB, a partir de US$299.

Isso explica porque a Apple não reclamou quando desbloquearam os iPhones mundo afora. Mais grana no bolso deles, e ainda aposto que uma boa parte dos que fizeram essa manobra iPhone também vai comprar um iPod touch. Parabéns aos apressadinhos.

3 comentários:

mrcsh disse...

Ser um "early adopter" geralmente é uma má idéia mesmo.
Ainda assim, não é bem desse jeito.
O iPhone já foi desbloqueado para o uso como telefone, sim. Li uma matéria no Estadão explicando até como fazer e com uma foto de um iPhone usando a rede da TIM.
A questão da AT&T me deixou confuso na matéria, mas pelo que eu pude perceber, parece que você não é obrigado a assinar o contrato com ela para comprar o aparelho. Pelo que eu entendi você pode comprar ele em qualquer lugar, mas ele vem bloqueado e se você quiser usar, precisa contratar o serviço deles. Mas com esse detravamento, passa a funcionar. De novo, não sei se é isso mesmo, o artigo era vago nesse ponto.
De qualquer forma, não vale a pena mesmo assim. Ainda mais se o lance da AT&T não for o que eu to dizendo.

mrcsh disse...

E agora o Steve Jobs pediu desculpas a quem comprou o iPhone antes da queda do preço e está oferecendo um crédito de 100 doletas pra todos que compraram antes do reajuste.

supermafra disse...

É, eu estava desatualizado em algumas coisas sobre o iPhone, especialmente nos hackeamentos. Mas mesmo assim o que aconteceu é algo a se pensar, o post do Fake Steve Jobs sobre isso é imperdível:
http://fakesteve.blogspot.com/2007/09/dear-early-iphone-adopters-yeah-we.html