quarta-feira, abril 20, 2005

moeda: portal para...

Apesar do conto macabro do Bruno, tudo em Moeda correu tranqüilamente. Nenhum acidente, morte ou névoa roxa por enquanto. O maior incômodo foram apenas os carrapatos, e minha maior cagada foi ter esquecido o tripé dentro da caminhonete no segundo dia de trabalho de campo.

Mas gostei bastante, se continuar nesse mesmo ritmo e clima, o trabalho vai ser mesmo muito bom. Pena que esqueci de trazer os filmes que terminei para revelar e ter uma idéia do trabalho que já foi feito. Os lugares e as descobertas são legais, acho que consegui tirar algumas fotos interessantes e criar soluções boas para situações adversas (afinal, é um trabalho de registro, não de arte, mas mesmo assim, tem que ficar com uma cara legal).

O dia começa as 5:45. Faço um alongamento muito necessário e vou tomar café com o resto do povo. Então todos se aprontam, pegam o equipamento, montamos na caminhonete e seguimos viagem. Os dois primeiros dias oficias foram dentro de uma mata mais fechada, o que é mais chato em vários sentidos. Mosquitos, carrapatos, cipós, pedras cheias de limo que escorregam, pouca luz para fotografar, essas coisas. Já no terceiro (e último dia desse bloco) a equipe se dividiu em três, eu passei metade na mesma mata, e depois fui até uma mina na encosta de uma montanha light. O desafio fotográfico foi registrar a textura interna da mina apenas iluminando-a com duas lanternas, quero só ver no que vai dar... Depois de cada dia, voltamos por volta das 4:30 da tarde, tomamos banho e jantamos e cada um faz o que quer (ou o que precisa, como limpar equipamentos, analizar fichas e ler mapas).

E essa é a rotina. Semana que vem vou pra SP super rápido pro show do Placebo. E esse feriado não vai rolar serviço em Moeda, vou poder descansar dos mosquitos. Mas na outra quinta, logo que voltar de SP tem que correr pra lá pois na sexta tenho que estar de pé antes do sol aparecer.

E também me mudei. O André foi para sua casa nova que é bem longe de centro (ou de qualquer pedaço da cidade), então vim para o apartamento da Bianca e do Ícaro, é minha primeira noite aqui, vamos ver como nos saímos como coleguinhas.

2 comentários:

Zecao disse...

imagine se todos na casa da Bianca peguem os carrapatos da fazenda. O q vão pensar de vc ? :-)

usrejects disse...

Agora só que eu vi o seu comentário...
35% de egoísmo não é muito (vc tem 45), ainda mais quando o meu utilitarism e meu justice altos suplantam esse sentimento. O mesmo vale para meu pequeno divine command!