segunda-feira, junho 20, 2005

enter: batman

Fui ver Batman Begins ontem, finalmente! Depois de não conseguir ir no sãbado estava mais que seco.

E é um filmão! O melhor do ano até agora. E arrisco dizer que é a melhor adaptação de quadrinhos até hoje (mas tenho que ponderar mais a respeito).

O clima, a ambientação, a história, os personagens. Tudo foi muito bem feito e estruturado. A trajetória de Bruce Wayne para se tornar Batman. Os conflitos, ah, os conflitos, um dos pontos fortes da HQ, e seu maior trunfo na minha opinião, finalmente foi explorado devidamente no cinema. Vemos a fina linha que separa o Batman dos vilões que ele combate, algo apenas arranhado em Batman Returns; como ele utiliza as mesmas ferramentas e percebemos que é um pulo muito pequeno para ele tornar-se aquilo que despreza.

Antes, apenas Batman e os vilões recebiam destaque e função real na história. Agora, os personagens secundários e a própria Gotham tem uma verdadeira função. Realmente os outros filmes poderiam se passar em qualquer lugar do mundo, ser em Gotham parecia muito mais uma referência aos quadrinhos do que uma razão de ser para Batman. Em Batman Begins ele não poderia atuar em qualquer outro lugar.

Foi muito melhor do que eu esperava, e de fato estabeleceu o universo de Batman completamente, ele está pronto para continuar numa nova saga por anos e anos.

E que venham os ex-internos de Arkham!


A guy dresses up like a bat clearly has issues.

2 comentários:

usrejects disse...

Eu sei sim que o Hitchhiker´s foi adaptado do rádio, o prefácio brasileiro (escrito pelo autor de Um Dia Daqueles, aliás), diz isso. Mas mesmo assim, eu disse que eu preferi o livro do que o filme, porque é verdade. E não acho que só a Trillian tenha piorado. O Zaphod virou uma anta (ele não era assim) e o Ford ficou muito apagado. O Humma Kavula da vida foi uma invenção bem inútil também, só serve de desculpa para a Point of View Gun (que é bem legal). Já o Arthur ter conhecido a Trillian e o Zaphod acontece no livro sim, e é até legal, mas eles exageraram muito (como o romance todo dos dois), e disso eu não gostei.
Estou lendo o Restaurante agora e acabaram de lançar A Vida, O Universo e Tudo o Mais em português. Mas mais do que inventar ou não (eu não sou contra invenção), o meu problema foi a mudança de tom do livro pro filme. Isso e a necessidade de mostrar tudo, o que deixou muita coisa superficial.

usrejects disse...

Batman, por outro lado, é uma excelente adaptação. Gostei muito.