quinta-feira, agosto 09, 2007

dois pesos, duas medidas

Quando Marília, a insane, entrou no escritório, logo no começo a peguei bebendo na minha caneca de café. No melhor estilo de deboche, falei alto: "Quem está com a minha caneca?!"; em seguida me proximei dela e disse "Se minha namorada souber que você está tomando da minha caneca, ela te mata."

Pobre Marília assustou-se e logo me devolveu-a.

Um novo funcionário cometeu esse mesmo erro semana passada. E eu delicadamente (mesmo) disse "com licensa, mas essa caneca foi presente da minha namorada.", e ele também rapidamente devolveu. Mas os outros funcionários ficaram horrorizados com minha atitude, como se eu tivesse sido um monstro em pedir minha caneca de volta (de uma maneira simples e original, devo acrescentar) e ficaram me enchendo o saco.

Pois bem, hoje o chefe fez a mesma coisa com o tal funcionário novo, também a respeito de uma caneca. Ninguém comentou nada...

4 comentários:

mrcsh disse...

Muito engraçado quando essas coisas acontecem, eu fico louco!

Mas de qualquer forma, alguém precisa dar logo uma caneca pra esse cara!!

Tilda disse...

eu tenho umas bem bonitas lá em casa sobrando, vc viu, né?

Fábio Lima disse...

uhae seu maluko!!
Eu naum comentei nada em nenhuma das situações!!...rs! Dei risada nas duas...estou neutro! uhaeuhae
Adorei o post! rs

Fábio Lima disse...

ahhh...licença tah errado no texto! rs! Arruma lah antes que alguém torre seu saco! rs