quinta-feira, maio 19, 2005

oh vader, where are though?

Bem, ontem eu disse pura e simplesmente que o filme era ruim. Mas talvez não seja tão simples assim.

Meu ranking Star Wars em ordem decrescente é:

Império Contra-Ataca
Nova Esperança
Retorno de Jedi
Vingança dos Sith
Ataque dos Clones
Ameaça Fantasma

As seqüências de ação são muito boas, com destaque para a luta no planeta vulcânico, não só uma boa luta, mas com um fator dramático que conseguiu se salvar no meio do roteiro mal acabadinho. A história é boa quanto os diálogos são horríveis. O amor entre o casal principal ainda não dá pra engolir e Amidala não faz nada além de engravida e parir. A revelação de Sidious é legal mas tem uns detalhes que podem instigar risadas. A transformação definitiva em Vader é decepcionante, já que culmina em um xilique.

O que me deixou meio confuso foi o tempo transcorrido no filme. Alguém que for assistir podia prestar mais atenção nisso e me iluminar, a barriga de Amidala incha em questão de minutos e as viagens interplanetárias são praticamente instantâneas (sempre foram assim na saga?).


Agora, se quiserem mais detalhes, eis alguns pitacos sobre questões específicas:

A trama: É boa. Tudo faz sentido. Até aquele engodo de midi-chlorians parece ter um propósito (apenas não digo que era realmente necessário). O arco realmente se fecha e é plausível entender como uma República bonitinha virou um Império impiedoso e como aquele que deveria ser o maior Jedi de todos os tempos acabou caindo pro Lado Negro.

Os diálogos: Seria novidade dizer que são uma porcaria? Eles realmente quebram o clima e tiram a força da história, você acaba tendo que ouvir coisas tão mal escritas e mal interpretadas que se sente incomodado.

Cenas de ação: Todas muito boas, as tretas Jedi são eficientes e as vezes meio confusas e talvez desastradas (o Mace Windu solta umas caretas), mas eu conto isso como positivo.

General Grievous: Pra quem não viu o desenho animado Clone Wars ele é algo totalmente novo, pra quem viu, pode haver um grau de decepção. O visual do bicho está realmente muito legal, os movimentos e tudo o mais, e o close-up do olho dele talvez seja o melhor enquadramento de todo o filme. Mas ele passa a maior parte do tempo fujindo e pulando do que de fato lutando sujo, mas quando a luta acontece é legal.

Darth Sidious: Se você é tão cego quando o conselho Jedi e não percebeu o óbvio ululante eu não estou aqui para entregar a trama e dizer quem é a figura. A revelação dele é interessante, e eu fiquei meio em dúvida quanto a transformação física pela qual ele passa. Só acho que o biquinho adiciona um fator cômico totalmente desnecessário.

Padmé Amidala: De uma política inexperiente ela passou pra uma gostosinha que dava tiros para terminar como a dona de casa chorona porque o marido não vem pra casa. Ela não vaz muito além de engravidar e parir. O que é extranho é que logo depois de contar a notícia pro maridão ela já está com um bucho considerável.

Obi-Wan Kenobi: Eu conclui que toda essa nova trilogia na verdade mostra o quanto ele é massa. Ele é o personagem que realmente se desenvolveu durante os três filmes e teve uma trajetória convincente. E Ewan McGregor parece tirar proveito dos bons momentos e passar por cima dos diálogos ruins como um trator.

Yoda: Ele precisa mesmo soltar a bengala e puxar um sabre de luz?

Anakin Skywalker: É um pobre coitado. Depois de se comportar como um adolescente mimado de hormônios à flor da pele (como ele continua fazendo) ele fica pulando de um lado pro outro como uma bolinha de pingue pongue e na verdade ninguém dá a mínima pra ele, todo mundo só quer saber de mantê-lo na coleira com seus poderes absurdantes. O que em termos de trama é bom, mas o roteiro faz de uma forma chinfrim. E Hayden Christensen tem as mesmas qualidades de interpretação quanto a porta do meu banheiro.

Treta no planeta vulcânico: Muito legal. Boa mesma, até o diálogo de despedida de Obi-Wan ficou legal, ajudado em muito por McGregor.

E agora o momento que todos esperavam, Darth Vader: Quando finalmente o vemos de roupa e capactece, ele anda como o monstro de frankenstein e em seguida dá um xilique!

Tentei ser o menos estraga prazeres possível. O filme merece ser visto, tirem suas próprias conclusões, e depois posso debater mais com quem viu para chegar a novas. Bom filme.

1 comentário:

usrejects disse...

Ok, vamos lá.
Primeiro vou responder o que vc escreveu no meu blog, para depois comentar o que está aqui.

Em primeiro lugar, sim. Eu defendia o filme antes de assiti-lo. Eu tendo a fazer isso quando estou esperando muito por algo.
Fiz o mesmo com o Kill Bill, estou fazendo o mesmo com Sin City e fiz isso com o Episódio I. No último caso, isso não me fez gostar do filme inteiro. Para mim é um filme apenas razoável com um monte de coisas equivocadas. Bem me lembro que na época você tinha gostado muito mais do que eu. A sua opinião passou de "muito bom" para "a pior merda do mundo" (exagerando em ambos os casos). A minha se manteve: "legalzinho". Portanto, não acho que a minha empolgação pré-filme desqualifique o meu julgamento.
Falar mal de SW é cult e é uma realidade. Talvez você não siga isso, mas o mesmo não pode ser dito de muitas (e eu quero dizer MUITAS) pessoas. Para mim, ele ficou em pé de igualdade com o Retorno. Ainda assim, ficou acima pela trama que é mais de meu agrado e pela ausência de Ewoks.
O resto do seu comentário está contido no seu post, de uma forma ou de outra.

E isso em si para mim fica uma incógnita.
Pelo que você listou, parece que você encontrou mais pontos positivos do que negativos.
Ora, se há mais acertos do que erros você deveria considerar o filme pelo menos bom. Não muito bom, não excelente, não perfeito, só bom. Será que não seria o caso? Não seria essa uma predispodição a não gostar (da mesma forma que você me acusou de parcial)? Ou Star Wars tem padrões mais altos? Afinal, você gosta de filmes com mais defeitos que esse.
De qualquer forma, vou comentar aqui suas considerações que me chamaram mais atenção.

Diálogos - Nunca foram o forte de Star Wars, IMO, apesar de terem seus bons momentos, vez ou outra.
Obi-Wan - Concordo totalmente. Palavra por palavra.
Anakin - Ele não é tão ruim quanto se diz. Não é nenhum DeNiro, mas Star Wars não precisa disso. Não compromete. Sua interpretação no começo do filme é insossa. Quando ele passa ao lado sombrio, me agrada.

Darth Vader:
Discordo totalmente. Para mim ficou totalmente verossímil.
SPOILERS: começo
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
Frankenstein - O cara acaba de perder todos os membros. Eles são substituídos por próteses. Ele tinha acabado de sair da operação. Se ele saísse andando como se estivesse tudo sussa, seria palhaçada. Certamente as próteses não se comportam exatamente como membros normais. Teriam que exigir uma adaptação, daí o andar desajeitado, de "frankestein".
Chilique: Gritar "NOOOOOOO" não é o que eu chamaria de chilique. Mas, for the arguement's sake, vamos dizer que é. Para mim, é uma reação perfeitamente normal, visto que ele acabara de descobrir que a única coisa que ele queria foi tirada dele, apesar dele ter vendido a alma ao diabo, matado amigos e crianças e ferrado com ele mesmo pra sempre. Não se esqueça que Padmé é a única coisa que se importa e seu maior motivo para tudo o que fez (razão pela qual eu também não sou contra os filmes mostrarem o romance dos dois; é algo importante para a trama). Se ele tivesse agido na maior naturalidade ao descobrir que ela morreu, aí sim seria uma bela merda, não acha?
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
*
SPOILERS: final

O que não comentei, ou eu discordo mas não acho que seja um grande problema, ou concordo e não tenho nada a acrescentar.
Mudando de assunto: você vai no White Stripes? Vou comprar ingresso amanhã.