terça-feira, novembro 09, 2004

cry myself blind

cry myself blind

Às vezes você acorda com uma tristeza que não sabe de onde vem. Ontem acordou com o mesmo sentimento, mas sabia muito bem de onde vinha. Então não se sente motivado. Pensa em não ir no treino logo cedo, que precisa dormir mais e que se for cansado não vai render de qualquer maneira e tenta se conformar com isso. Mas deita de novo, derrama uma lágrima e percebe que não vai mais conseguir pegar no sono.

É então que se lembra que a tristeza está relacionada com isso. Conformismo e desistência. E pensa "tenho que levar isso a sério, e até o fim". Levanta, troca de roupa e sai de casa.

Mas a tristeza não foi embora. Hoje, na porta do banco, no meio da Avenida Paulista, perto da hora do rush, sentou e chorou.

2 comentários:

Mi, de Camila disse...

Ai. E quase cortou meu coração. Amo você demais, desculpa se às vezes pressiono muito, babe.

usrejects disse...

Não sofra sozinho!
Se precisar, é só dizer!
Eu tb passo por isso mais frequentemente do que eu queria!