terça-feira, março 22, 2005

arthur clarke dos pobres

Desde pequeno gostei de ficção científica. Mas na verdade, em termos de literatura, conheço muito pouco, li um pouco de Clarke, de Azimov e só o primeiro livro de Duna. Devo ter lido mais algumas coisas, incluindo umas besteiras como romances de Star Trek, mas não me lembro bem agora.

E é claro que durante minha adolescência tive muitos devaneios sobre escrever um romance ou novela desse tipo.

E ontem à noite, por mero acaso, comecei a contar algumas das idéias que já tive pra Mi. Eu já nem lembro mais a ordem em que elas me ocorreram. Mas já pensei em muitas coisas e em muítas mídias esses anos todos: livros, mangás, animes e mundos de RPG (tentei ser "realista" já que uma série de TV ou filme do porte das minhas pirações jamais sería algo atingível pra mim). Já pensei em costurar todas as minhas idéias diferentes em um mesmo universo, já entreguei uma das idéias pro Bruno colocar em um universo de RPG que nunca foi adiante, e etecetera e tal.

E ela empolgou total! Ficou impressionada com o tamanho e as doideras que tinham no meio. Sendo que só falei de duas grandes idéias, a que dei de presente pro Bruno e uma outra que estabelecia a base pra um anime.

Então tive a brilhante idéia de unificá-las em uma coisa só. E a Mi fica pondo a pilha em mim para eu escrever isso pra valer. E eu nem sei por onde começar. Ela diz que isso não importa, que eu devo simplesmente sentar e começar, e o resto vai se encaixar. Mas são tantos elementos que eu quero colocar, e outros tantos que irão surgir no processo que eu quero fazer mais algumas pesquisas antes de sentar e detonar.

Fora que pelo tamanho da coisa, ou eu mostro uma pequena fatia, ou escrevo tudo resumidão, ou escrevo um treco gigantesco que ninguém será louco o suficiente de publicar. Mas por enquanto estou fermentando as idéias, exercitando-as, na esperança de poder definir tudo e mostrar pro mundo.

1 comentário:

usrejects disse...

Concordo com a Mi, o negocio eh comecar!
E faca com pequenas fatias, como Lucas fez!
(eu tinha pensado num bom argumento a favor dele ter pensado na trilogia desde o inicio, mas me fugiu agora. Assim que eu lembrar vc ficara sabendo)